quarta-feira, janeiro 25, 2006

[INFO] Depeche Mode regressam a Portugal no próximo Verão

Apesar de actuarem dentro de dias em Lisboa, os Depeche Mode vão regressar, outra vez, a Portugal no próximo Verão para mais um concerto.

Segundo o site oficial da banda (www.depechemode.com), está já confirmada uma actuação no estádio José Alvalade para no dia 28 de Julho.

A notícia ganha particular relevo para todos aqueles que não conseguiram adquirir bilhetes para o concerto do Pavilhão Atlântico marcado para o dia 8 de Fevereiro. Os ingressos para este primeiro espectáculo, e que contará com a presença dos Bravery na primeira parte, já esgotaram há várias semanas. Até ao momento, ainda não foram divulgados os preços dos bilhetes para o concerto do estádio José Alvalade, assim como se desconhece o nome da banda suporte. Todavia, as entradas deverão ser colocadas à venda nas próximas semanas.

terça-feira, janeiro 17, 2006

[disco] Bolt Thrower "Those Once Loyal"


(Ahem... Mas está tudo maluco ou quê? “Bolt Thrower” no otites?! Mas... mas... está tudo maluco ou quê?)

Enquanto (mais) puto – já há muitos anos... ahem -, subjuguei prolongadamente as delicadas estruturas constituintes do meu aparelho auditivo às mais vis e guturais ondas sonoras do chamado death metal. No género, desde sempre, os meus favoritos de sempre são os Bolt Thrower (BT).
A obsessão pelo tema “guerra”; os riffs distintos e singulares; os rebentamentos de canhões; as letras medonhas; os inícios mais poderosos de sempre; as “passagens” mais incríveis; os solos característicos; as constantes "bandas sonoras" de cenários de batalhas medievais; as cadências mais que épicas, galopantes, explosivas... e olha vai rebentar... rhwoooOOOAAAAARRRRRrrrrrrr!
Genuinos, lendários, únicos. Os BT são os melhores, e voltaram com este “Those Once Loyal”.

Karl Willetts, o vocalista certo, “falhou” um álbum mas regressou para escrever as letras e dar voz do mais recente da banda (finais de 2005). E ainda bem, porque é assim que soa exactamente a BT. Soa aos clássicos (er... que são todos, mesmo).

Quem conhece a banda sabe perfeitamente o que deve esperar e sabe perfeitamente que há coisas que tiveram continuidade de álbum para álbum que vão voltar a aparecer aqui: o disparo de canhão que apareceu pela primeira vez no álbum “...For Victory” (1994); o mítico intro usado nos temas clássicos “World Eater”, “Cenotaph”, “Embers” e “Powder Burns”; as letras subordinadas ao tema “guerra”.

Iguais a eles próprios – o que só pode ser bom – os BT confirmam que a fórmula continua bem estudada e aperfeiçoada a níveis apenas possíveis de atingir por anos de experiência dedicados a explorar o... barulho distinto que só eles conseguem fazer. Pesadíssimo e, a espaços, mesmo muito violento, este “Those Once Loyal” conquistou o seu próprio espaço no grupo dos clássicos, já que se trata de um disco que recolhe sabiamente um pouco de tudo o que de bom foi feito pela banda ao longos dos tempos. “At First Light”, “The Killchain”, “Granite Wall”, “Those Once Loyal”, “When Cannons Fade” são um óptimo exemplo disso mesmo: tão diferentes umas das outras mas tão iguais a Bolt Thrower. Volumosas, lancinantes, cavernosas e demolidoras.

Um disco brutal (um must para quem gosta de death metal) que traz de volta a genuinidade e poder dos Bolt Thrower – os mestres da descrição do esmagamento da humanidade.


Site oficial: http://www.boltthrower.com/

quinta-feira, janeiro 12, 2006

[NET] Blogosfera

Começamos o ano com uma actualização da blogosfera musical portuguesa. Os blogues musicais têm vindo a crescer em número e em qualidade, sendo muitas vezes encabeçados pelos “actores” que se movimentam na realidade (jornais, rádios, media em geral). Como exemplo ilustrativo desse “movimento” temos o recente “Filho de peixe sabe dançar”, dirigido por Vítor Raínho, recentemente empossado Director do Blitz; Os Major Eléctrico que inauguraram um blogue, “major eléctrico” divulgando notícias de música electrónica e o da responsabilidade da equipa da Monocromática. Ainda o "Sound+Vision" que “não quer ser um jornal. Não respira o ritmo da notícia nem dela viverá. Mas pode comentar, contextualizar, como enquadrar. Pode recordar e projectar. Pode sugerir, pode revelar. Quer partilhar, quer entusiasmar.” Da autoria de Nuno Galopim e João Lopes debruça-se sobre uma grande variedade de géneros musicais.

Outros blogues merecem-nos atenção: “danceNOTdance”, “espaço de informação sobre musica electrónica, cultura de clube e todo um universo que a envolve”; As playlists e as novidades neste blogue são imensas, dando como exemplo o post “10 Dance Classics, 1980-1990”. Impossível de passar ao lado do "Big Black Boat" com a sua enorme lista de discos ecléticos já ouvidos; O "gonn1000", misto de boa música e bom cinema e o "Deep & Lounge" que aparece em 2006 com novas propostas para difundir novidades do mundo – enorme – das netlabels.

A blogosfera musical portuguesa está bem de saúde e recomenda-se. Bom 2006!

segunda-feira, janeiro 02, 2006

desculpem aqui a vossa flor serôdia

Pensava que conseguia escapar desta vez...hihihi, mas afinal havia um mail perdido algures numa caixa de correio velha a chamar, imperativamente, por mim para que fizesse a famigerada lista dos 5 melhores de 2005.
Ok!
Ainda estou viva e vamos lá, então, à ingrata missão de final/começo de ano:

1 -Susumu Yokota - "Symbol" (lorecordings)
2- Isolée - "We are Monster" (playhouse)
3 - M.I.A. - "Arular" (interscope)
4 - Atom TM "Acid Evolution 1988-2003" (logistic) ex aequo com Flanger "Spirituals" (nonplace) têm o mesmo mentor por isso...
5 - Six Organs of Admittance "School of Flower" (Dag City)

Ficaram tantos e tão bons de fora...

domingo, janeiro 01, 2006

[DISCOS] As escolhas de 2005

A lista, ainda incompleta, das escolhas da redacção do Otites para os melhores discos de 2005 é a que se apresenta a seguir.

Escrito
Vive La Fête - "Grand Prix"
Depeche Mode - "Playing the Angel"
Arcade Fire - "Funeral"
Garden of Delight - "Lutherion I"
Fields of the Nephilim - "Mourning Sun"

Kid Cavaquinho
Povo - "We are povo"
Bonga - "Os maiorais"
Mísia - "Drama box"
Pink martini - "Hang on little tomato"
Chambao - "Pokito a poco"

WorkBuy
Boards of Canada - "The Campfire Headfase"
Mylo - "Destroy Rock n´Roll"
Jamie Lidell - "Multiply"
Sigur Ros - "Takk"
Broadcast - "Tender Buttons"

Serebelo
Bloc Party - "Silent Alarm"
Nine Horses - "Snow Borne Sorrow"
Arcade Fire - "Funeral"
Low - "The Great Destroyer"
Antony - "I'm a bird now"

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

Current Posts

 

 

 

[PODCAST] Emissão 20

 

[OPINIÃO] Newsletter da Flur

 

[INFO] Novo tema dos Portishead

 

[OPINIÃO] Entrevista a António Sérgio pelo Vítor J...

 

[CONCERTO] Muse ao vivo no Pavilhão Atlântico

 

[INFO] Sites e música a rodos

 

[INFO] "Bohemian Rhapsody" pelos Marretas

 

[INFO] Duo Siqueira Lima

 

[OPINIÃO] António Sérgio

 

[INFO] Steppas Deligh Vol. 2

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados