quinta-feira, novembro 30, 2006

[INFO] Entrevista a Koop



Os suecos Koop regressam a Portugal em Dezembro, actuando no Casino de Lisboa já no dia 11 desse mês. O concerto vai decorrer no Arena Lounge do Casino Lisboa e a entrada é gratuita.

A propósito desse evento o Cotonete emite, agora, uma entrevista com Oscar Simonsson e Magnus Zingmark sobre a sua vinda ao nosso país. Sacar aqui (5Mb).

domingo, novembro 26, 2006

[DISCO] Massive Attack "Collected"



Como se ouve um disco sobre o qual se sabe tudo (ou quase), mas nunca o escutámos? Como é que sentimos as músicas depois de sofrerem um processo de “baralhar e voltar a dar” onde são conhecidos os naipes e os trunfos, mas nunca na mesma ordem do baralho novo que nos habituámos a ver? Com surpresa e entusiasmo ou com indolência e desinteresse?

Aparte destas interrogações metodológicas, o objecto em estudo mostra-nos ingredientes conhecidos apresentados de forma diferente resumindo como vitrina de algo maior e menos superficial como é a carreira do colectivo de Bristol, Massive Attack (MA).

Este lançamento dos MA tem papel de embrulho à escolha: Um para a “classe média” musical que, com um CD apenas se permite a uma aproximação mais rudimentar fornecendo uma leitura rápida dos MA e outro para uma faixa de admiradores convictos, audiófilos crentes e apaixonados pelas potencialidades do multimédia que não dispensam os mimos que um CD/DVD traz. Ambas as fórmulas contêm o que o colectivo cozinhou para diferenciar a refeição de um simples e banal “Best Off”: “Live With Me” (que aqui já falámos) é uma peça urbano-dramática liderada por Terry Callier e exclusiva deste disco. As contribuições dos quatro albúns de MA dispersam-se ao longo do CD de forma não cronológica, o que permite sentir o choque evolutivo da banda, que levou, inclusive à saída de uma das partes do triângulo onde assentava o centro geométrico dos MA, Mushroom que juntamente com 3D e Daddy G trabalharam juntos até “Mezzanine”, disco de ruptura com a linha sinuosa (e talvez por isso, rica) dos MA.

Se “Special Cases”, “Future Proof”, “When Your Soul Sings” e “Butterfly Caught” vestem a camisola de “100th Window”, álbum sobrevalorizado nesta compilação já que mais de um terço das faixas previamente editadas pertencem a este disco, então os restantes minutos mostram outros pontos fortes: Logo no primeiro tema e de forma incontestável o primeiro single dos MA “Safe From Harm”, um hino de amor urbano e tão club-friendly como dantes embalado na voz de Shara Nelson. A equipa recheada de estrelas que ainda jogou em “Blue Lines” com pontas de lança como Tricky, Daddy G, Horace Andy e 3D pontuam no campeonato antigo de “Five Man Army”. Também “Karmacoma” e “Sly” lembram esses tempos (de “Protection”). As vocalizações femininas, sempre convidadas, espalham-se em “Collected” como nos discos onde pertencem originalmente como “Protection” (com Tracey Thorn), “Unfinished Symphaty” (com Shara Nelson), “Special Cases” (com Sinead O'Connor) e “Teardrop” (com Liz Fraser) sendo estes os maiores exemplos.

Ultracondensado, este “Best Off” (ou o essencial sobre os MA em 80 minutos) interroga-nos se, perante uma variedade imensa de sons downtempo e com novas abordagens baseadas na urbanidade e no dub (como o dubstep), ainda existe espaço para a criação e consumo de trip-hop e se ele – em si – não foi mais que uma amálgama amorfa que alguns génios talentosos de vez em quando e quase sempre em Bristol, moldaram dando à luz obras ímpares e essências na música urbana do século passado.

+info:

sábado, novembro 18, 2006

[INFO] Exclusivo online para Syd Barret



Via Revoluções por Minuto descubro que a 31 de Maio, no Royal Albert Hall, Bowie e David Guilmour interpretaram uma versão de Arnold Layne, dos Pink Floyd que irá ser incluída num EP de edição limitada disponível apenas por download. (Bowie já havia lançado em exclusivo online dois EPs ao vivo, um com os Arcade Fire, outro recuperando quatro temas da Serious Moonlight Tour, de 1983).

+info:
» Vídeo de Arnold Layne no Youtube
» Site não oficial de Syd Barrett

quinta-feira, novembro 16, 2006

[PODCAST] Emissão 3



A 3ª emisão do podcast do Otites com ligação directa à IDM, experimentalismo electrónico e dubstep. "What was your day like" mostra quase meia-hora de música sem palavras nem interrupções.

Clicar
na capa para aumentar e ver a playlist. Carregar em “Feed” para subscrever as emissões. Comentários, sugestões e material para apreciação (CDs, MP3 e outros) são bem-vindos. Mais informações aqui.

Duração: 27:39 (27MB)

segunda-feira, novembro 13, 2006

[INFO] Mixtape "Ghost Dubs"

Ghost Dubs

"Ghost Dubs é a nova mixtape do Tranquera, programa dedicado às batidas quebradas sombrias que vai ao ar todos os Domingos no Submusica.com. Bruno Belluomini preparou uma selecção sinistra, com o melhor do underground britânico e produções próprias. Os seus dubplates, masterizados e cortados pelo estúdio londrino Carvery Cuts, "pegam pesado" nos subgraves. São 60 minutos de som com 17 faixas exclusivas - 5 delas brasileiras. Jimmy Luv, do Família 7 Velas, dá um salvé garantindo as boas vibrações na selecção.

A acção começa com “Undead”, faixa que conquistou a preferência de Farj, DJ do radio show "Garage Pressure" transmitido pela FBI FM 94,5 MHz de Sydney, Austrália. Nuno da Transmissão Conspira, que vai ao ar pela Química FM 105,4 MHz de Lisboa também a toca. Da Polónia vem o apoio de r33lc4sh, enquanto os EUA estão bem representados por Monkeytek. E, em Londres, Deville com seu programa The Fix Up na internet radio Sub FM, chega para dar cobertura ao ataque.

D1 segue com sua “Firin’ Blanks”, uma verdadeira esquadra inglesa em plena Batalha de Trafalgar. Coki e Mala assinam “Haunted”, ode feita com timbres sintéticos que borbulham em um compasso frenético. “Levitation” traz arranjos que levam ao Iraque arrasado pelos bombardeamentos e pela estupidez da guerra. Willy Wonka anuncia a vocação de Toasty Boy - um dos produtores mais aclamados pelo público - na dramática “Dreamweavers”. O jovem Skream, com duas faixas na selecção, mostra que ainda há muito por vir de seu PC. Emalkay surpreende com sua visceral “Bats In The Belfry”. MRK1 traduz o espírito irreverente do Tranquera com sua “Empire”, cujo sample entrega o jogo na primeira estrofe.

Do Heavy Metal ao Breakbeat, de Detroit à Jamaica, Ghost Dubs traz influências para agradar a todos."

Tracklist
01. Bruno Belluomini “Undead” Dubplate
02. D1 “Firin’ Blanks” Tempa
03. Digital Mystikz “Haunted” DMZ
04. Bruno Belluomini “Levitation” Dubplate
05. Distance “Traffic” Planet Mu
06. Dubchild “Bumbaclart Riddim” Army
07. Toasty Boy “Dreamweavers” Storming Productions
08. Scuba “Sleepa” Scuba
09. Bruno Belluomini “Enemies” Dubplate
10. Skream “Hallowlerd” Southside Dubstars
11. Skream “Blipstream” Tempa
12. Gatekeeper “Tomb” Skull Disco
13. Bruno Belluomini “Bangkok” Dubplate
14. Pinch “Punisher VIP” Planet Mu
15. Bruno Belluomini “Simba” Dubplate
16. Emalkay “Bats In The Belfry” Boka
17. MRK1 “Empire” Boka

+ info:

sexta-feira, novembro 10, 2006

[INFO] Biografia dos Censurados



Com data de lançamento prevista a 16 Novembro, a biografia da banda Censurados, "Censurados Até Morrer", será uma obra que vem mitigar a falta de edições em formato livro sobre bandas nacionais. Para obter mais informações basta enviar um mail a pedir detalhes para censurados.punk@gmail.com.

"«Censurados Até Morrer!», é este o título do livro que conta a historia da maior banda de punk portuguesa de todos os tempos. [...]Sem tabus nem censuras este livro conta-nos o que foi a história dos Censurados desde os bancos de jardim do bairro de Alvalade até ao último concerto em Coimbra na Queima das Fitas, passando pelos tempos dos Ku de Judas, [...] ou a relação com os Xutos & Pontapés, entre muitos outros episódios.É tambem possível tomar conhecimento de testemunhos de alguns colaboradores e amigos da banda como são exemplos [...] Lola [...], Catarina [...], Cajó e os músicos Zé Pedro e Gui. [...]O livro é ainda ilustrado por muitas fotografias das várias fases da infelizmente curta carreira da banda.Para quem viveu a sua adolescência ao som de Censurados este é um livro indispensável, mas para quem mesmo não gostando da banda gosta de saber o que está por detrás do palco esta é também uma obra a adquirir. [...]""

+ info:

terça-feira, novembro 07, 2006

[PODCAST] Emissão 2

Clicar para aumentar

Regressa o podcast do Otites com a 2ª emissão.
O "Em Terra De Surdos Quem Tem Um Ouvido... É Rei" inicia-se com sons obscuros, tristes, soturnos e solenes (e, por isso, muitas vezes difíceis de levar a sério). Nesta emissão destacam-se os incontornáveis Dead Can Dance e Arcana, juntamente com dois excertos de bandas sonoras de filmes conhecidos.
Infelizmente este episódio não apresenta nenhum destaque netaudio (aspecto a rever).

Clicar na capa para aumentar e ver a playlist.
Carregar em “Feed” para subscrever as emissões.
Comentários, sugestões e material para apreciação (CDs, MP3 e outros) são bem-vindos.
Mais informações aqui.

Duração: 30:05 (28MB)

Download . Ouvir . Feed

segunda-feira, novembro 06, 2006

[Concerto] Tool, Pavilhão Atlântico, 05/11/06

sábado, novembro 04, 2006

[Demo] Clarabóia, Azevedo Silva, 2006


"Clarabóia" é uma demo de Luís Silva Jr., ou Azevedo Silva, que nos mostra um rock acústico melódico-melancólico. É uma demo "engraçada" de onde gostaria de destacar a música "Charlie", na minha opinião a música mais bem conseguida desta amostra. O resto das músicas peca pela falta de força, falta de poder e envolvência, algo que pode ser facilmente colmatado com uma boa produção e/ou a junção de outros instrumentos. Também com o acumular de experiência a sonoridade pode atingir um nível mais superior. No geral penso que é um projecto promissor e que com trabalho ficará mais harmonioso, mais "cheio", mais intenso. A demo contém cinco músicas, três delas disponíveis para download no cantinho do artista (infelizmente a música "Charlie" não está disponível). Também lá poderão encontrar as datas dos próximos concertos.

+info :
» Myspace

sexta-feira, novembro 03, 2006

[INFO] "Acorda!" - 60 Bandas 120 Temas


O álbum «Acorda!» é uma colectânea de música portuguesa, editada em formato MP3 e que reúne 120 temas de 60 artistas e bandas nacionais. O projecto, num total de sete horas de música, conta com a participação dos Ovo, The Weatherman, Buraka Som Sistema, Vicious Five, Erro!, 1 Uik Project, Dead Combo, Linda Martini, Old Jerusalem e Houdini Blues, entre outros nomes da praça nacional.

A cerimónia de apresentação contou com a presença de Henrique Amaro, de alguns responsáveis do Serviço de Pediatria do IPO e de representantes da editora Cobra Discos e da Creative Labs. Sobre «Acorda!», Henrique Amaro, mentor do projecto e radialista da Antena 3, diz que queria “elogiar a diversidade da música portuguesa”, num projecto que “permite oferecer uma fotografia incompleta do que é um pouco a música nacional”. Miguel Pedro Guimarães, da Cobra Discos (e do grupo Mão Morta), ajudou também Henrique Amaro na escolha das bandas a figurar no «Acorda!». “Recebemos esta ideia de braços abertos. É um prazer estar neste projecto com tão boas companhias. Além do mais, o IPO é uma instituição pela qual temos todo o respeito e carinho”.



As receitas provenientes da venda da colectânea revertem a favor do serviço de pediatria do IPO de Lisboa. Tendo precisamente 8 horas e 3 minutos de nova música portuguesa e de uma edição total de 5000 discos, estão 3000 à venda (os restantes 2000 são para os músicos e para fins promocionais). O valor do disco é de 8€, sendo que 5€ revertem para o IPO.

Faixas incluidas:
01.Ovo-O mundo é já aqui
02.Ovo-Dá-me carinho
03.The Weatherman-In front of me
04.The Weatherman-I sustain
05.Spartak!-King Tubby
06.Spartak!-Spartak!One
07.Buraka Som Sistema-Yah!
08.Buraka Som Sistema-Morte do Sonic
09.Nigga Poison -Fazes parte deste Mundo
10.Nigga Poison-Deixa di leru leru
11.Vicious 5 -Suicide club
12.Vicious 5 -The electric chants of the disenchanted
13.Linda Martini-Amor Combate
14.Linda Martin -Este mar
15.Dead Combo-Vadiagem
16.Dead Combo -Alteirinhos
17.Old Jerusalem -180 Days
18.Old Jerusalem-A reasonable way to thinking things
19.Cacique 97 -Eu quero tudo
20.Cacique 97 -Dragao
21.Tora Tora Big Band -Paz pa África
22.Tora Tora Big Band -Rabih
23.Sativa -Rádio Jamaica
24.Sativa -Mamã não chora
25.Kumpánia Algazarra -.Klez
26.Kumpánia Algazarra - Ó cidade
27.Freddy Locks- Wake up
28.Freddy Locks-Playing inna subway
29.Coca o F.S.M -Sempre que chove
30.Coca o F.S.M -Inútil
31.Mazgani-Unageing games
32.Mazgani -Path
33.Nuno Prata -Nada é tão mau
34.Nuno Prata -E porque não ficar por aqui?
35.2008 -Acordes com arroz
36.2008 -Caraté quide
37.Rock Group Tiger -Burning in blame
38.Rock Group Tiger -Slip to daydream
39. Sizo -00:07
40.Sizo -Cut it all
41.Fat Freddy - Tema 7
42. Fat Freddy -Tema 8
43.Partisan Seed- Autumn Sky
44.Partisan Seed -You Know what i mean
45.Houdini Blues-Tudo
46Houdini Blues -.Putuária
47.Rocky Marsiano -A story to be told
48.Rocky Marsiano -.Rocky live
49.Sagas-Não acaba aqui
50.Sagas -A distância
51.Camarão & Dk - Summer sea
52.Camarão & Dk -Cameledo
53.O Projecto é Grave! -No meu quarto
54.O Projecto é Grave! -Silêncio
55.SP/Wilson -Arrebenta
56.SP/Wilson -Aki para ficar
57.Sir Scratch -Olhar
58.Sir Scratch -Nada a perder
59.Soma- A minha melodia
60.Soma -Botão
61.Micro Audio Waves -Hungarian quarry
62.Micro Audio Waves-Dogs pitch
63.Nicorette-Release
64.Nicorette -Message
65.1 uik Project -Strategies and survival(rmx)
66.1 uik Project -Em nome do pai(vrs)
67.Cartell 70-O poder(rmx)
68.Cartell 70 -Entra
69.One Sun Tribe-Bad Generation
70.One Sun Tribe-What you gonna do
71. SAMP -Crianças
72.SAMP -Connexion
73.Gaia Beat -Beat of Gaia
74.Gaia Beat -Sun rays
75.The Ultimate Architects -Antes do tempo
76.The Ultimate Architects-Colission 1
77.Novembro -Jornada dos passos cegos
78.Novembro-Abandono ao crepúsculo
79.Frequency -Make you glad
80.Frequency -Grey
81.Electric Willow -Ready
82.Electric Willow -Rock & roll song
83.The Soaked Lamb -Color blues
84.The Soaked Lamb -Doomed to heaven
85.Munchen -Bonga 1
86.Munchen-Freitas
87.The Boy With the Broken Leg -Do you have something against the blue?
88.The Boy With the Broken Leg -Today just a day like the others
89.Genius Loki -Beautiful mess
90.Genius Loki -Heart attack
91.Hiena-Crash
92.Hiena -In our dreams
93.Green Machine -A calígula complex
94.Green Machine -The never ending train is gonna stop for you to change
95.Tatsumaki-Run
96.Tatsumaki -Silicone vein
97.Orangotang -Só!?!
98.Orangotang -Lâmpada azul
99.Monstro mau-Continuo acreditar
100.Monstro mau -Monstro o teu monstro mau
101.L-Hyo -Nigazz&girlzz
102.L-Hyo-Ao relento
103.Woman in Panic -Eve-o-matic
104.Woman in Panic-Stand by mode
105.Alex Fx-CurSor(Pt_2)
106.Alex Fx -SlowmotiOns(re_cut)
107.Erro! -Uma senhora
108.Erro! -Vai
109.Gnu -Malai Kofta
110.Gnu -Xunga bastardi
111.At Freddy's House-Drunken boat
112.At Freddy's House -Rubber nose
113.Veados com Fome -Sande
114.Veados com Fome -Pau
115.Intermission -Astrofarmdebris
116.Intermission -Make no mistake on a strange way
117.Oddawn -Portraits de famille
118.Oddawn -Across the Trees
119.StereoBoy -Primeiro
120.StereoBoy -Quinto

+ info:
» Disco Digital
» Lisboa Jovem

quinta-feira, novembro 02, 2006

[EVENTO] Move!


"Sexta feira, dia 3 de Novembro, a Bass Republic ocupa o Portorio com a festa MOVE!, para apresentar uma proposta musical diferente, que junta ao Drum'n'Bass - o género de eleição das noites Bass Republic - a emergente sonoridade Dubstep/Grime.

Com abertura das portas marcadas para a 01.00 e com um preço de 6€ de entrada, MOVE! convida para o mainfloor do portorio a dupla lisboeta UNIDADE SONORA [Conspira/Rádio Zero/Química FM], responsável máxima pela divulgação e propagação do vÍrus Dubstep/Grime no nosso país e protagonista respeitada do movimento a nivel internacional. Aos emissários do Sul juntam-se dois DJs incontornáveis da cena underground do Porto; DINIS e NUNO FORTE da Pressure Force. DINIS promete um Dubstep Special Set que ao longo dos últimos anos tem contaminado, com o seu ecletismo, alguns dos mais conhecidos dancefloors nacionais (Lux, Frágil, Meia-Cave, entre outros), ficando o Drum'n'Bass a cargo de um dos mais representativos DJs da cena nacional, NUNO FORTE.

O upperdeck do portorio ficará entregue às sonoridades ska, reggae, dub & dancehall, com os selectas Bob Figurante [reggae playground], Masko [sativa/ in gettho soundsystem] e o Sul-Africano Patch 1."

Line-up
:
01.00 > 02.00 - BOB FIGURANTE - warm up reggae
02.00 > 04.00 - UNIDADE SONORA - grime/dubstep
04.00 > 05.15 - DINIS - flashdance special dubstep set
05.15 > ....... - NUNO FORTE - drum'n'bass

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

Current Posts

 

 

 

[PODCAST] Emissão 20

 

[OPINIÃO] Newsletter da Flur

 

[INFO] Novo tema dos Portishead

 

[OPINIÃO] Entrevista a António Sérgio pelo Vítor J...

 

[CONCERTO] Muse ao vivo no Pavilhão Atlântico

 

[INFO] Sites e música a rodos

 

[INFO] "Bohemian Rhapsody" pelos Marretas

 

[INFO] Duo Siqueira Lima

 

[OPINIÃO] António Sérgio

 

[INFO] Steppas Deligh Vol. 2

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados