sexta-feira, março 31, 2006

[INFO] Podcasts

Com os podcasts a espalharem-se por blogues e sites, a percepção de quem escreve nestas páginas sobre música torna-se completa: Finalmente ouvimos aquilo que gostam, escolhem ou aconselham ou pelo contrário, o que não gostam ou o que não os convence.

Numa navegação rápida aconselho duas audições: Uma no error_404, um blogue que se debruça, principalmente, sobre a música de dança com incursões pelo house mais marginal e que disponibiliza um set em MP3 que foi difundido na Rádio Oxigénio na rubrica “Last Night A DJ Saved My Life”. Juan Maclean, M83 ou Michael Mayer estão presentes nestes 60 minutos.

A outra sugestão, mais eclética, está no RRAURL. Nas suas sugestões de podcast podemos encontrar misturas dos mais variados tipos de sonoridades (incluindo o rock e seus derivados). Assim, rap brasileiro, disco, electro, IDM, breakbeat, etc., são escolhidos para construir pelo menos 50 sets prontos para se fazer o download.

quinta-feira, março 30, 2006

[EVENTO] Festa da Lua

Festa da Lua

segunda-feira, março 27, 2006

[INFO] Raio X

Raio X

O panorama editorial português em relação à música nunca foi muito famoso. O jornal/revista Raio X é disso um exemplo.

[NET] Boomkat




A Boomkat é das mais conhecidas lojas online de música de dança, electrónica e afins. Além de não vender discos a um preço exorbitante, permite a sua pré-escuta e algumas - pequenas - críticas de alguns discos mais relevantes. Para estar a par do que vai saindo temos os ítens "Today's Arrivals" e "Recent Releases". As "charts" indicam as preferências dos visitantes.

O mais interessante esta semana prende-se com o Albúm da Semana ("ALBUM OF THE WEEK!", isso mesmo em maísculas e com ponto de exclamação) "Lisbon" de Keith Fullerton Whitman: "I wouldn’t be surprised if Whitman shook the foundations of Lisbon the night he played this set".

Pode ser saloice, mas até a capa é bonita...

sábado, março 25, 2006

[INFO] Flur e Ananana



As mailing-lists das lojas são mais que meras listas de discos novos ou em promoção, bem como mais que um rol de informações sobre eventos ou descontos sobre o preço de envio de material adquirido. Dois exemplos de correio ansiosamente esperado são os da Flur e da Ananana.

Os responsáveis pela comunicação com os assinantes destas listas investem parte do seu tempo em textos introdutórios, geralmente de cariz crítico e/ou mordaz, onde os leitores perdem, certamente, mais tempo no que, propriamente, na lista de discos a comprar.

Esta semana - na edição 204 - a Flur congratula-nos com um maravilhoso texto onde se disserta sobre ficção científica. Aliás, antes de sequer mostrar o que quer que seja os rapazes fazem a sua mea culpa "Um dos grandes amores de quase todos nós aqui é o trash e memorabilia sci-fi nas suas várias vertentes, isso é uma grande desculpa para o tema desta semana."

Assim sendo, dão destaque aos robots retro que acompanham os 6 filmes por caixa (como "Attack From Space" ou "Flash Gordon"). Com um preço módico de menos de 50€ por robot (isto é, robot mais 6 filmes) temos 3 robots à escolha. Para ter acesso à mailing list da Flur basta clicar aqui ou aqui para vêr o número 204.

A Ananana, por seu lado, faz um autêntico serviço público ao publicar online as suas críticas a discos escolhidos com possibilidade de ouvir as faixas desses discos. A lêr com atenção a apreciação que fazem do último disco dos Coldcut (com crítica no Otites aqui)

quinta-feira, março 23, 2006

[disco] She Wants Revenge "She Wants Revenge"

Este disco dos americanos She Wants Revenge, lançado já há uns 5 meses, intriga-me de maneira singular. Irrita-me, mas vicia-me. Embaraça-me, mas faz-me dançar. Faz-me rir, mas acabo por levá-lo a sério. Às vezes parece, sinceramente, uma gozação. Uma piadinha sobre o pós-punk dos anos 80 e sobre os góticos da era. Não faz sentido... e a ser assim é injusto que soa tão bem!

A mistura do rock obscuro com um revivalismo electrónico dos anos 80, com a voz sombria e monocórdica (embora temperada com uma certa musicalidade british - de onde vem?!), com a mais que óbvia semelhança com Joy Division, The Chameleons, Sisters of Mercy e Depeche Mode (dos tempos antigos), resulta num disco que surpreende apenas na sua consistência (parece tão fácil ter ídolos e fazer algo tão tão semelhante a eles) mas que me traz à memória sons e tempos muito bons.

Mas o que é facto é que... adoro o som desta banda (desde logo). Catchy, directo e acessível.

A voz de Justin Warfield gera controvérsia em mim mesmo (se não gosto tanto nuns temas, como I Don't Want To Fall In Love, gosto muito noutros, como em These Things) embora possa admitir que esteja no único estilo admissível para o som do grupo. E este som acaba por ser bem produzido e muito bem estudado. Musicalmente, este álbum é uma lufada de ar... pesado, intoxicante e doentio - o que para uma banda tão próxima do gótico dos 80 só pode ser muito bom.

No entanto... nunca me chega a preencher totalmente. Falta-lhes nitidamente qualquer coisa (a começar pelo nome, por exemplo), incluindo o look, até, mas sobretudo, a pobreza das letras. Já há muito tempo que não me desiludia tanto com as letras de uma banda que, aparte de umas tiradas bem felizes (como em These Things e Broken Promises For Broken Hearts, por exemplo), acabam por ser absolutamente terríveis e por me parecerem parvas e forçadas (o que é aquilo em I Don't Want To Fall In Love e em Out of Control, por exemplo?). Uma pena... mas soa-me muitas vezes a um (outrora) tão badalado pimba-gogó. Parece de propósito, mas enfim.

De qualquer modo, facilmente me abstraio dos pontos menos bons - e se calhar compreensíveis para o primeiro disco de uma banda - e deixo-me levar pelas excelentes músicas como Red Flags And Long Nights, These Things, Out Of Control, Monologue, e, julgo que em destaque, Broken Promises For Broken Hearts. Gosto.


Site oficial: http://www.shewantsrevenge.com
Ouvir: http://www.myspace.com/shewantsrevenge

[NET] Ambient Music Guide

Ambient Music Guide

A música ambiente (ou ambient music), pela vastidão de géneros e artistas que encerra é inesgotável, tanto na realização de temas como na sua busca tornando-se difícil a catalogação das bandas. No site Ambient Music Guide, “A guide to essential ambient & downtempo albuns” esta dificuldade está patente com a amálgama de artistas escolhidos como os “essenciais” para a caracterização do género. De facto, bandas como Cocteau Twins, Deep Forest, Dead Can Dance, Biosphere, Banco De Gaia, Pink Floyd, Mike Oldfield, The KLF, Brian Eno, Kraftwerk ou Loop Guru surgem como referências no género entre inúmeras outras bandas.

Funcionando como site desde 1992 (a pré-história da Internet) apresenta um historial sobre a música ambiente (ou de “aeroporto” como alguns lhe chamam) que remonta aos trabalhos de Brian Eno ou de Erik Satie e uma lista de discos essênciais (com discografia dos artistas escolhidos). Esta página fornece ainda uma lista de editoras mais ligadas ao género, uma rádio e críticas a edições recentes.

Para desarrumar ainda mais as ideias sobre a ambient music cito uma frase do site: “Finally, keep in mind that I believe a single definition of ambient is useless”. Vale a pena a visita.

domingo, março 19, 2006

[INFO] Boards Of Canada "Trans Canada Highway"

















Os Boards of Canada (BoC), após o lançamento de "The Campfire Headphase", editam através a sua editora Music70 e da WARP o EP "Trans Canada Highway" (WAP200CD) com data prevista de venda a 6 de Julho deste ano. O EP que será comercializado nos formatos de 12'' vinyl e em CD digipack pode ser pedido através da loja da WARP.

A tracklist incluirá "Dayvan cowboy", "Left side drive", "Heard from telegraph lines", "Skyliner" "Under the coke sign" e "Dayvan cowboy (odd nosdam remix)". A grande novidade é que, pela primeira vez, os BoC lançam um videoclip sendo a faixa "Dayvan cowboy" (do último disco) a escolhida.

Em jeito de ironia os BoC alimentam, mais uma vez, rumores que já foram desmentidos pelo duo composto pelos irmãos Mike e Marcus. De facto, após os boatos sobre a sua ligação ao Satanismo baseado só apenas no facto do seu disco "Geogaddi" totalizar 66 minutos e 6 segundos de duração, os BoC voltam a brincar com este assunto: "Trans Canada Highway" será lançado no dia 6 do mês 6 de 2006.

A estética do EP, bem como a associação de "Trans Canada Highway" a "Trance Europe Express" dos Kraftwerk é notória, bem como a de "Autobahn" da banda germânica.

domingo, março 12, 2006

[EVENTO] #1 João Barbosa - Música de Colo (Laptop Music)



Injustamente esquecido foi este evento na FNAC na passada 4ª-Feira sobre música feita num computador (com o preciosismo de ser um portátil) recorrendo a software como o Reason, Recycle e Cubase SX. João Barbosa, mais conhecido por Lil´John nos Fusionlab (que participaram, entre outras coisas no "Amália revisited" e "Composto de Mudança") e nos 1-Uik Project, deu uma "aula" interessante e não pedante sobre música afirmando que "não percebia de notação musical" (chegou a perguntar ao - pouco - público presente se o dó sustenido era "para cima" ou "para baixo"!) e que tal não era absolutamente necessário para se fazer música. Facilitando os termos, abriu um pequeno mundo onde a concepção musical não está dependente de instrumentos e de uns amigos para fazer música.

[DISCO] VA - "Saudade: Various Artists from Atlantic Coast"

Saudade: Various Artists from Atlantic Coast

Para comemorar o seu 50º lançamento, a Mimi Records edita a compilação “Saudade: Various Artists from Atlantic Coast” que conta com alguns artistas que vão marcando a realidade musical virtual e não só como é o caso dos Stealing Orchestra. Numa compilação variada, mas assente no noise, nas mais diversas interpretações de estruturas rítmicas (trip-hop, leftfield beats, etc.) e no experimentalismo, as escolhas de artistas portugueses revelam que a electrónica não está bafienta. Não só a escolha musical foi cuidada como a componente estética, não raras vezes posta em segundo plano, foi muito conseguida com uma imagem inocente e bem lusitana.

Como todas as compilações, a variedade terá uma linha condutora que, como um mapa, orienta a audição mostrando outras paisagens, outros destinos. Não foge a esta regra o “Saudade: Various Artists from Atlantic Coast”.

Das treze faixas, mostram-se pelo menos quatro como um pecado por purgar: O seu lançamento em “carne e osso”, vulgo, rodela de CD, era bem-vinda. Gilo, com “Nascer de novo” é um exemplo: Com um downtempo fluido e condimentado com sopros e cordas, apresenta um manifesto em prol da criação artística o que poderá ser uma das razões pelas quais abre o disco. Num trip-hop relaxado onde o inglês e o português complementam-se, Gilo obriga-nos a ir escutar com urgência o seu trabalho - "studio 6" - na Enough Records. Outro ponto de escuta será a “Esfera monocromática” de Biomekanikal que entre loops ruidosos, pós-apocalípticos ricos em baixos, constrói a melhor faixa de noise deste disco. Outros exemplos de noise e aproximações à IDM são patentes em “Negatif” de structura e “São João Baptista” de minson. A música de dança sensu latu, presente no disco através do drum n’ bass numa vertente muito hardstep de Vortex Sound Tech. Entre mais artistas, outros dois se elevam: Os Stealing Orchestra com a sua filosofia corta-cola-repete que mostra o burlesco que já faz parte da sua assinatura ("Palpitações delirios e mau feitio...") e a pérola final (guardada precisamente para o final do disco) de Dream Metaphor que com as tais Leftfield beats e linha de baixo aditiva coloca “Yume” como uma música obrigatória a ter em qualquer leitor de MP3 que se preze; A indecisão de considerar esta a melhor faixa (ou pelo menos a mais viciante) só vacila perante “Nascer de novo” de Gilo, tema debutante de “Saudade: Various Artists from Atlantic Coast” e pelo facto de pedir mais que os – parcos – quatro minutos lhe conferem.

A Mimi apresenta uma excelente compilação que ombreia e vence muitas compilações do género em formato tradicional. De download mais que necessário, este “Saudade: Various Artists from Atlantic Coast” mostra como a música das netlabels não é música de segunda ou de artistas medíocres ou mal-compreendidos. E ainda por cima é nacional.

terça-feira, março 07, 2006

[DISCO] Tam - "Tam"

Tam– Tam

No ínicio deste ano, a Variz lançou este “TAM”, projecto do produtor e DJ portuense João Santos. Esta oitava edição da Variz assenta numa electrónica ambiental, por vezes minimal, mas que recorre aos instrumentos (como o piano) em vez dos lençóis de sintetizadores que não se sabe muito bem de onde vieram nem para onde vão. Neste caso, com um EP de 4 músicas e menos de 20 minutos, apenas na primeira faixa se sente essa autonomia despreocupada no “ir”. Nesta faixa, “Song” de seu nome, a melodia de cariz mais cinéfilo não aparece como é o caso de “Document”, a segunda música do disco onde se descrevem paisagens sonoras durante sete minutos, com essa assinatura cinéfila. Aqui a gravidade das teclas é abraçada pela componente rítmica mais atómica do house. Também em “Send”, faixa com que termina o disco, a comunhão entre os sopros, as planícies sintetizadas e a batida dão origem a uma história calma, mas firme com a certeza do caminho que percorre.

No espaço do IDM, música electrónica experimental ou ambiental, a Variz tem exposto alguns bons artistas que, tal como João Santos aposta na cooperação entre som e imagem. TAM é disso um bom exemplo e espera-se um próximo trabalho de João Santos com mais “largueza”, onde provará (esperamos nós) se “Document” não foi apenas um tiro com sorte.

[Tam– Tam, 008Den 2006]

+ info:
Variz

segunda-feira, março 06, 2006

[INFO] Massive Attack Collected

“Massive Attack Collected

Robert Del Naja, um dos elementos do núcleo duro dos Massive Attack, afirmou no fórum de discussão do colectivo que será lançado a 27 de Março um disco que contém temas já editados e outros remisturados por vários artistas. “Massive Attack Collected" terá duas edições: Uma standart e outra limitada. Ambas vão contar com um tema inédito, “Live with me”, com Terry Callier (que também participou com Robert Del Naja e Neil Davidge na realização do tema "Clueless Blues" (ou "False Flags") que será incluído no Best Of). O alinhamento desta edição standart será:

Safe From Harm
Unfinished Sympathy
Daydreaming
Protection
Sly
Karmacoma
Better Things
Risingson
Teardrop
Angel
Inertia Creeps
What Your Soul Sings
Future Proof
Live with me (inédita, com Terry callier)

A edição limitada será composta por dois discos, sendo o primeiro a edição standart e o segundo com duas faces: uma com informação DVD com um documentário sobre a banda e outra com informação CD com 9 músicas, das quais 3 são inéditas e 2 são versões do original. Este lado da edição limitada inclui, ainda, o videoclip de “Live with me”. O alinhamento desta edição:

Daydreaming - Baillie Walsh
Unfinished Sympathy - Baillie Walsh
Safe From Harm - Baillie Walsh
Be Thankful For What You’ve Got - Baillie Walsh
Sly - Stefan Sednaoui
Protection - Michel Gondry
Karmacoma - Jonathon Glazer
Risingson - Walter Stern
Teadrop - Walter Stern
Angel - Walter Stern
Interia Creeps - Wiz
Special Cases - H5
Butterfly Caught - Daniel Levi
Live With Me - Jonathon Glazer
Live With Me (Terry Version) - Jonathon Glazer

A reserva destas edições pode ser feita na Amazon. Mais informação no site dedicado especialmente ao disco “Massive Attack Collected" aqui, onde entre podcast das músicas da banda, toques para telemóveis, wallpapers e screensavers gratuitos e outras coisas, mais se pode ficar a saber sobre este disco.

Edit:
O videoclip já pode ser visionado.

sexta-feira, março 03, 2006

[INFO]

MONDO BIZARRE Festa Lançamento nº 25

A Mondo Bizarre comemora os 6 anos (e seis meses) de publicação inenterrupta com uma festa no dia 10 deste mês no Left (Santos) com animação a cargo de Mr. Mitsuhirato (DJ) e João Moreira (Vídeo). Com entrada livre, esta festa celebra, ainda, a 25ª publicação onde se fala de Belle & Sebastian, Gang of Four, Tortoise, Pop Dell’Arte entre outros.

In A Space Outta Sound

Os Nightmares On Wax lançaram, através da WARP, o disco “In A Space Outta Sound” (“A contemporary and varied album of many textures, and also a personal journey”). Como a publicidade se reveste de inúmeras formas, os Nightmares On Wax disponibilizam um jogo de tetris onde se pode competir pela melhor pontuação. Vale a pena a visita para relembrar muitas horas passadas neste jogo.

quinta-feira, março 02, 2006

[NET] Netlabels e Creative Commons



O RRAURL publicou dois excelentes artigos sobre netlabels e a licença Creative Commons. Com o português do Brasil consegue-se uma explicação detalhada, mas não enfadonha, desta licença idealizada pelo advogado Lawrence Lessig, professor da Universidade de Stanford, que promete mudar a face da distribuição da música tal como a conhecemos. O artigo "Creative Commons: propriedade/generosidade" conta ainda com uma entrevista que resume a complexa legislação por detrás do processo.

Felício Marmo assina, por outro lado, um texto sobre netlabels, "Baixaria: o império das netlabels é livre" e mostra o que parece ser, até agora, a única netlabel brasileira, a Conteúdo Records.

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

Current Posts

 

 

 

[PODCAST] Emissão 20

 

[OPINIÃO] Newsletter da Flur

 

[INFO] Novo tema dos Portishead

 

[OPINIÃO] Entrevista a António Sérgio pelo Vítor J...

 

[CONCERTO] Muse ao vivo no Pavilhão Atlântico

 

[INFO] Sites e música a rodos

 

[INFO] "Bohemian Rhapsody" pelos Marretas

 

[INFO] Duo Siqueira Lima

 

[OPINIÃO] António Sérgio

 

[INFO] Steppas Deligh Vol. 2

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados