sexta-feira, novembro 30, 2007

[CONCERTO] Nicole Willis and The Soul Investigators



Nicole Willis e os escandinavos The Soul Investigators estiveram no Casino Lisboa, em noite Arena Live, a lançar o funk e a soul num público que esperava mais. De facto, o balançar dos corpos pedia mais garra, talvez uma pequena apoteose que arrancasse uma ovação merecida. Uma aproximação, ainda que pequena, foi feita já na fase final do concerto em "If This Ain't Love" mais por ser um tema conhecido do que pela prestação de Nicole e banda. 

Faltou garra.

No Grande Sons está um texto completo sobre o concerto.

sábado, novembro 24, 2007

[DISCO] VA - Movimento Tugastep



Já tínhamos falado no Movimento Tugastep aquando do seu pedido para talentos emergente na área do dubstep e afins enviarem os seus temas para integrarem uma compilação - a segunda - de dubstep português.

Conspira, equipa que melhor representa, juntamente com outros "soldados", o dubstep nacional cedeu-nos o primeiro disco de dubstep, justamente entitulado "Movimento Tugastep" com 6 faixas de 3 artistas e alguma informação sobre o fenómeno de dubstep em formato multimédia. Deestant Rockers, Mr. Gasparov e Mushug enchem a quase meia hora de música que foi distribuida em 100 CDs "no dia 22 de setembro de 2007, numa das célebres quartas-feiras do Movimento no Kubik de Lisboa" e posteriormente no Porto "depois de muito feedback positivo e de atenção da imprensa musical (Ípsilon, Outites, DN) decidimos fazer uma segunda distribuição, com 200 cópias! Esta re-edição contou com a ajuda da Bass Republic, prestigiada promotora da cidade invicta."

No disco temos Mushug com sub-baixos virais e ambientes apocalípticos dramáticos em "Kayako" e aproximações 2-step em "Pitch Slapped (Edit)". Por outro lado Mr. Gasparov conta com a matriz "4-por-4" em "Kras" para demarcar uma entidade aberta a mais bases rítmicas como é o dubstep. Deestant Rockers dá início e fim a este disco com um registo mais dub, denso e mais virado para a mente do que para os pés servindo na perfeição como rampa de lançamento e plateau de 27 minutos de muita exclusividade musical.

Com um segundo volume a sair no Natal que se avizinha, esta compilação tornar-se-à como o principal veículo de difusão do dubstep, 2-step, Grime, Toxic Dancehall, Kuduro, Techno Dub, Dub e afins, ainda por cima com novos artistas que irão colaborar neste segundo disco. Corram atrás do próximo e oiçam o este.

+info:
» Movimento Tugastep
» Conspira
» Mr. Gasparov
» Mushug
» Deestant Rockers

+downloads:
» Download do "Movimento Tugastep" (Hi-Fi e Lo-Fi)
» Stream do "Movimento Tugastep" (Hi-Fi e Lo-Fi)

sexta-feira, novembro 23, 2007

[INFO] Colecção "Do tempo do vinil" é lançada dia 28

Os álbuns de estreia de Jorge Palma, GNR, Manuela Moura Guedes e Tantra vão ser editados pela primeira vez em CD no dia 28, no âmbito de uma colecção que nasce dos arquivos da editora Valentim de Carvalho.

A colecção "Do tempo do vinil" é um projecto dos jornalistas Jorge Mourinha, do PÚBLICO, e Miguel Francisco Cadete, director da revista “Blitz”, de recuperação de discos da música pop rock portuguesa que até aqui existem maioritariamente em vinil. "São importantes documentos da música portuguesa recente que não tinham sido ainda vertidos para CD", afirmou Miguel Francisco Cadete.

O projecto de reedição de discos de música portuguesa desde os anos 1960 até ao início de 1980 já tem alguns anos, mas só agora foi concretizado, depois da editora Valentim de Carvalho passar a ser distribuída pela etiqueta Som Livre.

A colecção "Do tempo do vinil" incluirá cerca de vinte álbuns de artistas e grupos portugueses que fizeram a história do rock nos últimos 40 anos e que fazem parte dos arquivos da Valentim de Carvalho, que possui um dos maiores acervos de música portuguesa. Os primeiros álbuns a serem editados são "Com uma viagem na palma da mão", de Jorge Palma, "Independança", dos GNR, "Alibi", de Manuel Moura Guedes, e "Mistérios e Maravilhas", dos Tantra. No dia 28 será ainda editada em CD uma compilação dos Sheiks, intitulada "Missing You", com todas as gravações que o grupo fez para a Valentim de Carvalho entre 1965 e 1967. O álbum incluirá ainda as versões espanholas de "Missing You" e "Tell Me Bird" e o single "Portugal é que é o tal"/"Eusébio", que o grupo gravou a propósito da presença portuguesa no Mundial de Futebol de 1966.

Cada um destes primeiros cinco álbuns terá som remasterizado, temas extras e um texto de um jornalista com depoimentos dos artistas que contextualizam a obra. Nestes cinco álbuns colaboram os jornalistas Luís Pinheiro de Almeida, Jorge Manuel Lopes, Rui Miguel Abreu, Jorge Mourinha e Mário Lopes.

"Com uma viagem na palma da mão", de Jorge Palma, foi editado em 1975, inclui canções que o músico compôs no estrangeiro e teve uma primeira edição em vinil de apenas 300 exemplares.

O "Independança", álbum de estreia dos GNR editado em 1982, será agora reeditado em versão dupla, já que integra dois singles de 1981, "Portugal na CEE"/"Espelho Meu" e "Sê um GNR"/"Instrumental nº1", assim como o EP "Twistarte", de 1983. "Alibi", o único álbum que Manuela Moura Guedes gravou, foi editado em 1982 e é hoje uma raridade, com música, letra, interpretação e produção de Rui Reininho, Vítor Rua e Tóli César Machado, a formação antiga dos GNR. O registo será reeditado com dois temas extras do single "Foram cardos foram prosas"/"Flor Sonhada". O álbum "Mistérios e Maravilhas", do grupo de rock progressivo Tantra, já tinha sido editado em CD e foi lançado em 1977. Trinta anos depois é reeditado com o primeiro single do grupo, "Novos Tempos"/"Alquimia da Luz", de 1976 e inédito em CD.

"Esta colecção fazia falta, é uma questão de serviço público, de mostrar uma memória da música portuguesa que de outra maneira se perderia", explicou Jorge Mourinha.

Para o início de 2008 está prevista a reedição dos primeiros álbuns dos UHF, Telectu, Quinteto Académico, Quarteto 1111 e Petrus Castrus. Ainda sem data, deverão também ser reeditados discos do Conjunto Mistério, do Conjunto Académico João Paulo ou de Rui Veloso. A continuação da colecção dependerá, segundo Jorge Mourinha e Miguel Francisco Cadete, da aceitação por parte do público.

"A indústria discográfica está em crise, o prazo de validade do CD está perto do fim, mas acreditamos que a colecção vem colmatar uma lacuna que existia na música portuguesa", resumiu o director da “Blitz”.

+info:
»Público

terça-feira, novembro 20, 2007

[INFO] Entrevista aos Einsturzende Neubauten



"Os Einsturzende Neubauten acabam de lançar o seu novo disco, "Alles Wieder Offen", álbum que foi pago pelos fãs da banda alemã, referência do rock industrial e experimental, que completa este ano o seu 27º aniversário.

A abertura na relação com os fãs - que impediram que o grupo deitasse fora algumas das composições, como nos explicou um dos seus elementos, Alex Hacke - está também patente no título do disco que significa "tudo em aberto de novo», ou seja uma liberdade para se levantarem uma série de questões, mas ao mesmo uma banda que está, neste trabalho também «virada para si, para a sua história», conforme afirma o músico.

Com quase 30 anos de carreira, os Einsturzende Neubauten orgulham-se daquilo que alcançaram e preparam agora a tournée de apresentação ao seu novo disco, que começa em Abril de 2008 e que, segundo Alex Hacke, Portugal não vai ficar de fora desta digressão." Via Cotonete.

+info:
» Entrevista em MP3
» Site do albúm "Alles Wieder Offen"

sábado, novembro 10, 2007

[PODCAST] Podcast 11



Mais uma emissão do podcast do Otites, agora com a promessa (fraquinha) que vamos tentar ser mais certos nas edições. Meia hora de música variada incluindo o rock mais dançável dos Midnight Juggernauts, a revisita a Kate Bush de Ashley Beedle, uma vista de olhos no último disco dos Underworld ou a reinterpretação dos Boards Of Canada a um tema dos Why? são algumas sugestões.

Propomos, ainda, que participem nas emissões do Otites, isto é, nós lançamos o podcast com programas da vossa autoria, com os vossos gostos musicais, com voz "radialista" (ou a melhor que conseguirem) ou não. A escolha é vossa e o prazer é nosso. Basta enviar um mail para otites@gmail.com com um link para a vossa emissão em MP3 (no máximo meia-hora e alojado temporariamente em servidores como o Rapidshare, Megaupload, You Send It, etc.) a 128Kbs, a respectiva playlist e, se quiserem, com uma foto para embelezar o post. Está lançado o desafio.

Clicar na capa para aumentar e ver a playlist. Carregar em “Feed” para subscrever as emissões. Comentários, sugestões e material para apreciação (CDs, MP3 e outros) são bem-vindos. Mais informações sobre o podcast aqui. Para ouvir a emissão basta utilizar o leitor abaixo.

Duração: 35:23 (33,1MB)

Download . Feed


sábado, novembro 03, 2007

[INFO] Conversor de vinil para MP3



Numa linha muito fina divide-se entre o novo e o antigo, entre "a cena" e o "out". Pois bem, este "Conversor Vinil-para-MP3" converte o vinil para o Ipod (Nano incluído) em formato MP3. Sem necessitar de software próprio para a captura do som, tratamento de defeitos e trabalho de ourivesaria a cortar e colar ficheiros este conversor faz toda essa rotina por 180€.

No entanto, se se preferir a maneira "artesanal" de passar o som para o computador e limpá-lo, também é possível.

"This is the belt-driven turntable that converts and saves your prized vinyl LPs to MP3 format directly to a 5th Generation iPod or 2nd Generation Nano connected to its built-in dock. In addition to providing high-speed vinyl audio conversion to MP3, the turntable plays LPs at 33 1/3 and 45 rpm speeds (adapter included), and its adjustable anti-skating control provides increased stereo balancing. Includes 1/8" RCA output and cable for connection to a stereo system equipped with either a CD or AUX input. It can also plug directly into your computer with its included USB cable, allowing you to convert your LPs to MP3 using the included recording software (PC/Mac) for the removal of scratches, hisses, and pops, but will operate with any softw are that supports USB audio input sound cards."

+info:
» Site

sexta-feira, novembro 02, 2007

[NETAUDIO] Heinemann521 - Barge



À vastidão da música electrónica sobrepõe-se a imagem de um fazedor de música distante, eremita e por vezes atormentado numa esquizofrenia muito própria. Daqui consegue-se extrapolar aquela que é a principal imagem de marca da IDM em particular: um certo experimentalismo que afasta ouvidos mais conservadores e exige exercício e disciplina abnegada aos seguidores.

Há, porém, quem contraponha à frieza mecânica destes sons com lençóis confortáveis de música mais humana e emocionalmente quente. Não só é possível, como desejável esta faceta da música electrónica (sensu lato) como ilustram inúmeros exemplos. Este será um desses exemplos. Heinemann521, ou Shuho Hidaka, constrói conforto contando uma história que em certos momentos nos enche de ar fresco e de leveza ("Trail" e " "Bathing Pool") e noutros mostra-nos o drama de uma tristeza torturante carregada de distorções, ruídos entre cortantes e sons angustiantes em crescente agravamento ("Tear" e "Daily Routines").

Este crescendo, suportado por arranjos harmoniosos e melodias trabalhadas além do esqueleto básico de alguma IDM, confere a "Barge" um equilíbrio que não se esgota em duas ou três faixas mantendo um fio condutor, um caminho rodeado de beleza onde apraz caminhar e descobrir.

A ouvir com chuva a bater na janela ou no carro com o mar a encher a vista, "Barge" é um disco sensível.

+info:
» Download gratuito aqui
» Mimi Records

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

Current Posts

 

 

 

[PODCAST] Emissão 20

 

[OPINIÃO] Newsletter da Flur

 

[INFO] Novo tema dos Portishead

 

[OPINIÃO] Entrevista a António Sérgio pelo Vítor J...

 

[CONCERTO] Muse ao vivo no Pavilhão Atlântico

 

[INFO] Sites e música a rodos

 

[INFO] "Bohemian Rhapsody" pelos Marretas

 

[INFO] Duo Siqueira Lima

 

[OPINIÃO] António Sérgio

 

[INFO] Steppas Deligh Vol. 2

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados