segunda-feira, maio 08, 2006

[INFO] OLA Love to Dance - Around the World

Pois é! Mais uma edição deste evento decorreu no passado dia 6 de Maio no Pavilhão Atlântico.... e segundo a experiência deste vosso colega, decorreu bem!
A animar o serão de sábado e madrugada de domingo estiveram uma panóplia de DJ's de renome dos vários cantos do terceiro calhau a contar do sol.
A noite começou com os Plastik Funk (Espanha, Japão) a estrear o aparato tecnológico montado no centro do Pavilhão.. é pena que a acústica não tivesse sido das melhores visto que quanto mais afastado do centro - onde estava o DJ, maior o eco... isto em musica de dança faz muita mossa, acreditem, especialmente àquele volume.
Os Plastik Funk começaram com umas tonalidades tecnho com pitadas de house.... (perdoem-me os extremistas da genealogia e etimologia musical detalhada, mas foi a isso que me soou). De resto foram competentes e fizeram um bom warm-up para uma pista a 50-60%. Seguiu-se a prata da casa, de seu nome Pete Tha Zouk (Portugal) que deu seguimento à temática tecnho de uma forma muito bem pensada... por lá rodaram as usuais congas e demais ritmos tribais e algumas remisturas (ou pelo menos samples) dos Underground Sound of Lisbon misturados com Red Hot Chilli Peppers.... sempre acompanhadas de um 4/4 potentíssimo. A realçar o ânimo e entusiasmo do publico quando Pete tomou conta da ocorrência dançante. Luca Ricci (Itália) "takes over" e continua ainda com a toada techno...desta feita um pouco menos pesada (confesso que nesta altura o vosso humilde comentador foi descansar os tímpanos para a mui bem recheada zona VIP... (são estas as vissicitudes da cobertura de imprensa do mundo do entretenimento)... Por lá esbarrei com metade do elenco dos Morangos com Açucar, Cinhas, Mayas, and so on, and so on... Um cenário hollywoodesco... à portuguesa, com toda a gente a sorrir imenso e decidida a acabar com a fome no mundo, a proporcionar o bem estar das famílias desfavorecidas e a tentar não arrancar a etiqueta da roupa para a poderem devolver à loja no dia seguinte.
..... mas davam gelados, gelados e chocolates à borla, para além dos crepes, bebidas e champanhe Moët & Chandon (que provei pela primeira vez).
Os Low End Specialists (E.U.A.) continuaram a festa com um pouco mais do mesmo... mas com melhor qualidade (ou então o Gin Tónico começava a fazer o seu efeito). Deve notar-se que de tempos a tempos, na zona contígua à cabina do DJ, tinha a companhia de umas belas dançarinas /os que se esforçaram por alterar os níveis de testosterona do local... Este grupo apareceu várias vezes no palco, mas sempre despidos de formas diferentes.
De repente surje esse tal de DJ Sasha (Grã-Bretanha) que optou por dar a volta às opçoes musicais e iniciou uma saga fabulosa de house progressivo (acho eu) a acabar em salpicos de electro de qualidade não inferior... Muito bom!!!! Nesta altura os ânimos estavam ao rubro, naqueles que provavelmente foram os pontos altos da festa. A prosseguir a toada house e electro, o holandês Sander Kleinenberg assegurou que que os ânimos não esmorecessem e prosseguiu o mote das últimas faixas de Sasha. Muito, muito bom "THIS IS NOT PARIS, THIS IS NOT MIAMI! THIS IS LISBON!!!" !! Por esta altura o sentido crítico do vosso comentador começou a fechar para balanço e vítima do cansaço deu por encerrado o serão às seis e qualquer coisa da manhã.
Infelizmente não assisti à prestação do Brazileiro DJ Gabo, mas tenho a certeza de que se perguntarem a alguém que lá tenha ficado até ao fim e que ainda se lembre do que lá se passou, esse alguém vai dizer que foi um espetáculo.
No entanto não há bela sem senão, e o senão foi a produção do evento que relativamente ao ano anterior foi claramente inferior. Fica a esperança de isso ser melhorado para o ano para não termos em 2007 um OLA-"used to Love" to Dance...
Fica na calha uma repetição melhorada para o ano que vem com mais Dj's da alta roda, um ou outro elenco de uma qualquer telenovela manhosa que esteja na moda por essa altura... talvez de nome "Bacalhau com azeite" e o bando de pelintras que por obra e graça de um(a) amigo(a) lá consegue um convite para a zona VIP e assistir a tudo isto à borla (caso do vosso comentador).
Até à próxima!!

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

 

 

[EVENTO] 80's Party People

 

[EVENTO] Encontro de Netlabels na Fonoteca Municip...

 

[NET] Hit da breakz

 

[DISCO] Lindstrom "I Feel Space"

 

[info] She Wants Revenge em Lisboa

 

[INFO] Blitz

 

[EVENTO] Um Mundo de Gaitas

 

[INFO] Podcasts

 

[EVENTO] Festa da Lua

 

[INFO] Raio X

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados