quinta-feira, maio 25, 2006

[DISCO] Silent Poets “Sun”

Silent Poets “Sun”

Passados seis anos sobre o lançamento de “To Come”, os Silent Poets mostram “Sun”. Este disco desvenda o que se pensa, à partida, ser o que poderá ser o som de uma poesia silenciosa: Melodias poderosas - mas contidas - elegantes e temperadas com orquestrações emotivas assentes numa base sólida atmosférica e de R&B. Tudo junto e com experimentações dub e electrónicas, Michiharu Shimoda e restantes participantes, navegam pelos mares do hip-hop abstracto.

As participações de Shawn Lee e DJ Yellow acondicionam o trabalho final de “Sun” com a co-produção deste DJ, fortemente ligado ao Funk/Soul e ao Jazz e a voz de Shawn Lee, um homem do Funk e outros territórios sonoros variados (a sua “Hapiness” prova isso com inúmeras inclusões em compilações). Os arranjos de cordas (presentes um pouco por todo o disco) ficaram a cargo de Everton Nelson que já trabalhou com The Orb, 4hero, Ryuichi Sakamoto e Bjork) entre outros.

A viagem inicia-se com uma pequena introdução e “Dumb girl” aparece-nos como um exercício R&B que fornece direcções e preciosas informações sobre o terreno onde nos encontramos: Um espaço rico em instrumentações sensíveis gerado pelas cordas. “Future”, totalmente instrumental fortalecida com efeitos sonoros (risos de crianças) está em oposição a "Next Episode" que será o tema mais obscuro deste trabalho. Nesta altura, "Man On The Street", quinta faixa de “Sun” aparece. Um tema enorme com uma voz poderosa mas controlada de Shawn Lee onde desfia os problemas do Homem entre homens. Delicada, mas forte, "Man On The Street", mostra o bom e simples R&B que apetece ouvir ao pé da janela a ouvir a chuva com uma chávena de uma qualquer bebida quente. O dub está presente em “Sun” em "From Earthling" e em outra grande faixa do disco: "Rock Star" onde se canta “Last night I was a rock star, young girls screaming at my feat. Today I’m not a rock star and no one even heres my grief.” Uma parte da imprensa apontava a uma ligação deste disco ao trip-hop dos Massive Attack; "Sleeping Tiger", nona faixa poderá ser culpada deste ligação pela veia atmosférica unida ao downtempo. O tema que baptiza o disco fecha-o. “Sun” é capaz de ser o melhor instrumental do disco com velocidade perfeita e intensidade e alma crescentes com descomplicação, mas rica e gentil.

Michiharu Shimoda fez um excelente disco com audição necessária em clima e ambiente calmo para se desfrutar da riqueza dos arranjos e da emotividade que eles nos proporcionam. “Sun” ouvir-se-à perfeitamente num dia introspectivo onde a chuva nos faça companhia.

+info:
» O disco

[Silent Poets – Sun ACCR-10043 2005]

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

 

 

[info] Podcast Otites

 

[concerto] A Naifa no Fórum Lisboa

 

[disco] Silence "L'autre endroit"

 

[INFO] Da Weasel no disco oficial do Campeonato do...

 

[INFO] OLA Love to Dance - Around the World

 

[EVENTO] 80's Party People

 

[EVENTO] Encontro de Netlabels na Fonoteca Municip...

 

[NET] Hit da breakz

 

[DISCO] Lindstrom "I Feel Space"

 

[info] She Wants Revenge em Lisboa

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados