domingo, fevereiro 13, 2005

[DISCO] Daddy G "DJ Kicks"



A série DJ Kicks, da K7, conta com muitos e grandes nomes da música de dança (seja isso o que fôr), entre os quais Stereo MC’s, Trüby Trio, Nicollette, Kruder & Dorfmeister, Nightmares On Wax entre muitos ouros. Chegou a vez de Daddy G (Grant Marshall), mais conhecido como a outra metade dos Massive Attack (MA).

Podemos considerar, desde já, o historial de Daddy G como decisivo no convite para este disco visto que foi o seu papel na construção do género trip-hop que deu lugar à existência dos MA, Portishead, Smith & Mighty e Tricky entre outros nomes.

Este disco começa com uma gravação de Philip Levi & Tipper Irie a dar o mote para os 71 minutos seguintes, cheios de reggea, dub, funk, rocksteady e downtempo. O “flavour” jamaica está presente na maior parte do CD, o que só corrobora a escola musical de Daddy G. Willie Williams, em “Armagideon Time” faz o discurso político que se impunha e Melaaz com “Non Non Non” (mais conhecida na sua versão anglo-saxónica) abre a porta a uns minutos mais relaxados e sensuais visto que Tricky em “Aftermath” se apresentam a seguir numa versão rara, muito despida, mas com sonoridades sujas típicas deste músico. Novo interlúdio funk com “Just kissed my baby” dos Meters e as baterias apontam para três faixas made in MA com duas misturas de algum sucesso: “Mustt Mustt (MA Remix)” de Nusrat Fateh Ali Khan (que alguns consideraram um atentado à faixa original, mas nunca deixará de ser a mistura que Daddy G mais gostou de fazer) e “Face A La Mer (MA Remix)”. Tons ambientais e étnicos dão mais substãncia ao disco, tornando-o ainda mais global. De seguida, uma mistura de “Karmacoma”, a Napoli Trip, a mais bem conseguida (na minha opinião) desta música. Assenta bem aqui, a manter o tal cariz universalista. 4 faixas de dub, reggea de hip-hop, Johnny Osbourne com “Budy Bye” e os Badmarsh & Shri em “Signs” (revisitados pelos Dubplate), são exemplos disso. Chegamos a um momento mais electrónico do disco com duas agradáveis supresas: Os Leftfield com “Inspection/Check One” (do lendário “Leftism”) misturam-se com "I Against I" dos MA e Mos Def, faixa futurista, agressiva na letra, nem por isso na melodia, mas sempre um grande tema dos Massive que apenas foi editado na banda sonora de Blade 2; Aqui pensamos que valeu a pena a compra do disco: ecletismo q.b., mas sem enganos. Para acabar, em jeito e conclusão para que nada fique mal-entendido, Aretha Franklin com "Rock Steady (Danny Krivit edit)" e a melhor mistura do colectivo de Bristol por Paul Oakenfold para o sempre hino urbano "Unfinished Sympathy".

Enquanto muitos DJ’s aproveitam esta série para mostrar pérolas musicais desconhecidas outros optam simplesmente tocar sucessos intemporais. Daddy G pertence ao segundo grupo dando a entender que as raízes não são para se esquecer. Além disso coloca as capacidades técnicas de lado (as misturas são despojadamente simples) para enfatizar as músicas.

Uma linha que está a tomar conta da série DJ Kicks, e que não vejo volta a dar, é o facto de se aproveitar para, diminuindo os custos de licenças de músicas, mostrar sonoridades da banda/artista convidado a fazer o disco. Com Trüby Trio passou-se o mesmo e aqui em 17 faixas, 5 têm origem nos MA. Será bom?

[Daddy G "DJ Kicks”, !K7170CD - !K7, 2005]

+info:
site da !K7
RRAURL

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

 

 

[DISCO] Low "The Great Destroyer"

 

[banda] The Temple: o que é nacional pode ser mesm...

 

[Info] The Cure - Re-edições

 

[DISCO] The Cure "Three Imaginary Boys - Deluxe"

 

[disco] Rádio Macau - "Spleen". De são e de louco,...

 

[Disco] Khonnor "Handwriting". O paralelo mundo do...

 

[DISCO] VA "Nylon Showcase#3"

 

[DISCOS] The Prodigy "Always Outnumbered, Never Ou...

 

[Info] Conferências "O Caminho da Folk Music"

 

[Info] NIN em digressão e entrevista ao OTITES

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados