domingo, maio 15, 2005

[Info e disco] Fiona Apple "Extraordinary Machine"

Uma pessoa muito especial na minha vida resolveu um pequeno mistério que me assolava a mente cada vez que punha a tocar um dos dois soberbos álbuns de Fiona Apple: “Tidal” e “When The Pawn...”.
O mistério era simplesmente, o que raio se tinha passado com ela?!? Desde o lançamento do seu último álbum que pouco soube sobre ela e a sua carreira. Ideias sobre um período de reclusão num qualquer mosteiro budista à lá Leonard Cohen, um estágio de meditação num ermitério em Palau, ou simplesmente o desejo de se abster da vida pública, passaram-me pela cabeça. No entanto, o prazer renovado a cada audição dos referidos discos faziam-me sempre desejar por um novo capítulo na obra desta artista.
Quando, então, me chegou às mãos o novo, pensava eu, “Extraordinary Machine”, rejubilei com o esperado prazer que em breve teria ao ouvi-lo. A primeira sensação que tive foi que este seria um álbum retirado das sessões do último “When The Pawn...”, pois era bastante próximo na sonoridade e na produção. Parecia que Fiona tinha ficado retida por volta de 2000 e nada mais se tinha passado na sua vida, nem na sua obra. A desilusão foi logo partilhada e o mistério logo resolvido.
Parece então que este “Extraordinary Machine”, foi finalizado em Maio de 2003, ou seja seguiu-se a “When The Pawn...” do final de 1999. No entanto, a editora Sony chegou à conclusão de que os custos de promoção e distribuição do disco, não seriam compensados pelas esperadas vendas. A falta de um claro single, o carácter menos óbvio das canções, a falta de uma batida hip hop ou guitarras nu-metal e quem sabe a ausência de medidas voluptuosas para pôr numa capa, talvez fossem as razões consideradas para a decisão de não editar tal disco e remetê-lo para uma qualquer caixa, num qualquer armazém.
Para mais pormenores sobre o atrás exposto podem consultar o que se vai passando em www.freefiona.com.
Aqui falaremos então do que está presente em “Extraordinary Machine”, lamentado o facto de este não estar disponível nas lojas, onde seria sem dúvida o seu lugar.
Segue na linha da obra da artista, não sendo de todo um álbum de rotura com o passado. Digo isto pois talvez possa ser apontado que à terceira obra, esta é mais do mesmo. E é, não hajam dúvidas. Talvez existam algumas orquestrações que não existiam outrora, mas o que aqui imperam são as composições doridas, os sentimentos de angústia, a perda e o sentimento implícito, levadas por uma das vozes mais expressivas que a actualidade tem para oferecer. Portanto é um disco para ouvir na sequência dos anteriores e compreender a obra de alguém que não merecia fazer um disco, que aqui digo ser muito bom, e vê-lo remetido para o esquecimento.
Esperemos (e sabemo-lo desde já) não ser esse o caso. É que as novas tecnologias, poderão trazer inúmeros malefícios... mas trazem também a possibilidade de ouvir neste um muito bom disco, com uma grande canção no seu início em "Not About Love", imaginar um single em "Better Version of Me" e um outro na excelência de "Used to Love Him".
Nem seria necessário Mark Romanek a realizar um video para eles (tal como fez como o excelso "Criminal"), ou os talentos do seu companheiro P. T. Anderson atrás da câmara, para que a sua editora reconsiderasse a sua decisão.
Bastaria algum bom senso...

Site oficial de Fiona Apple

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

 

 

[INFO] A Menina da Rádio

 

[Concerto] Mísia no Maxim´s

 

[Disco] Nine Inch Nails "With Teeth"

 

[concerto] Vive La Fête em Lisboa e Sesimbra

 

[concerto] Luís Delgado & ‘ Tânger ‘

 

Info [Zane Lowe]

 

[DISCO] M.I.A. "Arular"

 

[INFO] Thievery Corporation

 

[Info] NIN - With Teeth

 

[Info] Perry Blake ao vivo

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados