sexta-feira, março 18, 2005

Banda [Kaiser Chiefs] e disco [Employment]

Visto daqui, o hype que a imprensa britânica cria para algumas bandas, parece quase irreal. Lembro-me dos Suede serem considerados a melhor banda inglesa quando ainda não tinham nenhum álbum editado.
Ora que se cria à volta de bandas tem uma quase certa relação com tendências de mercado.
Daí que quando alguém enceta um caminho e é bem sucedido, outros virão atrás. Muitas vezes não são meros imitadores, nem sequer oportunistas. Têm apenas as mesmas referências e seguem por isso um caminho similar.
O sucesso dos Franz Ferdinand traz então estes Kaiser Chiefs (KC) e um notório hype atrás. De facto as duas bandas conhecem-se, os segundos foram a banda de suporte dos primeiros, o visual camp repete-se (embora aqui os FF ganhem aos pontos), redobra-se o cockney da coisa entre uns e outros e ouvem-se ao fundo as pints a serem pedidas como se amanhã ninguém fosse trabalhar. E isto apesar de trabalho não faltar a estes KC, que por estas alturas estão a tentar conquistar os EUA. Mas o falatório deste lado do Atlântico, talvez não chegue...
Os KC (o nome provém de uma equipa de futebol sul-africana) são de Leeds e pelo Verão de 2003 tinham a sua formação actual: Ricky Wilson (voz), Andrew “Whitey” White (guitarra), Simon Rix (baixo), Nick “Peanut” Baines (teclas) and Nick Hodgson (bateria e voz).
Assinaram recentemente pela Universal Records, após um processo conturbado com as suas prévias ligações. Lançaram um single “Oh My God” numa pequena editora, seguindo-se o mais conhecido “I Predict A Riot”. Surge agora este “Employment” do qual falaremos nas próximas linhas.

Kaiser Chiefs “Employment”

Que excelente maneira de começar um álbum. Quatro canções, quatro potenciais grandes singles (um já o é).
"Everyday I Love you Less and Less" é brutal! Três minutos de um tipo a cantar coisas, como não preciso do teu amor porque os meus pais curtem de mim, até fotos têem de mim. Não acreditam? Sério! E o melhor é que a coisa resulta!
"I Predict a Riot". O single roda por aí e a coisa aqui é mais séria. O tom já não é de parvoíce e na verdade existe aqui um espacamento policial. Só pode haver um resultado para tal coisa ... isso mesmo um motim! Podia ser punk, não o é, mas funciona na perfeição!
"Modern Way" é o tema que mais vai rodando por terras de sua majestade e percebe-se porquê. Mais dolente, meloso, mas muito bom.
"Na na na naa". Está-se mesmo a ver o refrão, não está? Mas para saltar no autocarro pelas oito da matina é do melhor! Acreditem. Naqueles dias de frio foi do melhor.
Eu disse quatro canções? Bem, talvez sejam mais, mas o que se passa é que a partir daqui aparecem alguns temas que talvez fossem bons lados B. E outros que nem isso. Dá a sensação que entraram em estúdio sem músicas suficientes para um álbum inteiro.
É que quando se chega ao últimos temas, já se pensa que o melhor seria repetir os primeiros quatro...
Três quartos de hora de álbum. Podia ser excelente. É bom. Mas para primeiro trabalho, há que dizer, cria muita esperança num futuro para estes KC.

Sítio oficial dos Kaiser Chiefs

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

 

 

[CRÍTICA A CINCO MÃOS] Boards of Canada “Music has...

 

[disco/info] Diary of Dreams - "Nigredo": escuridã...

 

[DISCO] Thievery Corporation "Cosmic Game"

 

Vaga de neve assola electrónica

 

[Banda "Interpol"]

 

[DISCO] Queens of the Stone Age "Lullabies to Para...

 

[REPORTAGEM: netlabel] MiMi

 

[DISCO] VA - “Give the finger to spoiler's disk”

 

[INFO] Novo CD da Nicollette "Life Love Us"

 

[INFO] Prefuse73, Thievery Corporation e Styrofoam...

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados