sábado, fevereiro 19, 2005

[DISCO/RARIDADE] X Mal Deutschland "Viva"

Começa aqui uma nova rubrica na qual daremos atenção a certos discos menos comuns, ou mesmo raros, mas que ocupam um certo lugar nas nossas audições.


Pequena resenha histórica. Estes X Mal Deutschland (XD), formaram-se em 1980 em Hamburgo, Alemanha com um alinhamento inteiramente feminino: Anja Huwe (voz), Manuela Rickers (guitarra), Rita Simon (baixo), Fiona Sangster (teclados), and Caro May (bateria). Através duma digressão com os Cocteau Twins, foram convidados para a 4AD e por lá ficariam até lançarem este "Viva". Até aqui alguns singles e dois excelentes álbuns, Feticsh e Tocsin
1987. Uma formação mudada, a mudança para a editora Phonogram com consequentes receios nas opções estéticas e sonoras que isso implicaria e uma legião de seguidores dedicados, divididos entre a referida Anja e Siouxsie nas suas fantasias menos próprias.
Contextualização: Cavaco tinha a maioria absoluta, a SIDA não é coisa de homossexuais e é mesmo para o mundo inteiro e na URSS algo está a mudar.
Portanto o álbum. Depois do punk de "Fetisch" e o gótico de "Tocsin" eis que surge o disco que consegue transpor a raiva do primeiro e o negrume do segundo em algo mais bem mais pop. A primeira música e também o primeiro single, "Matador" indica isso mesmo. É uma grande canção pop, mas que sem dúvida deve ter afastado alguns fãs mais agarrados aos sons do então passado. O resto do disco mantém a tendência de um som mais acessível como se pode conferir, por exemplo, no segundo single, "Sickle Moon". Além disso há também a destacar a inclusão de várias músicas cantadas em inglês o que até então não acontecia. Os dois singles referidos são cantados nesta língua e teremos que salientar que esta escolha não terá sido a mais feliz. Algo que não consegui saber é se foi realmente uma escolha ou uma sugestão da nova editora...
Mas apesar disso o som dos XD continua por lá e mesmo escondido por uma roupagem mais acessível, ele salta ao ouvinte mais atento. Existem músicas incríveis que condensam toda a essência desta banda: "Polarlitcht", "Feuerwerk (31 dez)", "Eisengrau" são alguns exemplos.
Mas em abono da verdade este disco fica sem dúvida uns furos abaixos dos anteriormente referidos. E no entanto, é o meu favorito dos XD... sabe-se bem que a lógica nada tem a ver com estas coisas.
Para quem tiver a oportunidade aconselhamos como complemento, as fantásticas Peel Sessions gravadas pelos XD de 30 de Abril de 1985, numa altura em que se preparava este "Viva". Brilhantes!
E já que se fala aqui de raridades, há a salientar a edição deste disco. A capa foi concebida pelos 23th Envelope, conhecidos pelos seus magníficos trabalhos para a 4AD e a excelente fotografia da banda no interior é do já referido, em posts anteriores, Anton Corbjin.
Quanto a ter o disco, admito que nunca vi uma edição em CD, embora haja registos de tal coisa (aqui fica a referência, Cat no: 830 862-2). A edição em vinil também não será fácil de encontrar, mas pelo atrás escrito vale bem a pena, em especial se forem conhecedores da banda. Lojas de discos em segunda mão serão a hipótese óbvia.

Sítio não oficial

Discografia

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

 

 

[disco/info] The Exploited - "Fuck The System": o ...

 

[DISCO] Daddy G "DJ Kicks"

 

[DISCO] Low "The Great Destroyer"

 

[banda] The Temple: o que é nacional pode ser mesm...

 

[Info] The Cure - Re-edições

 

[DISCO] The Cure "Three Imaginary Boys - Deluxe"

 

[disco] Rádio Macau - "Spleen". De são e de louco,...

 

[Disco] Khonnor "Handwriting". O paralelo mundo do...

 

[DISCO] VA "Nylon Showcase#3"

 

[DISCOS] The Prodigy "Always Outnumbered, Never Ou...

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados