sexta-feira, setembro 09, 2005

[Disco] Bloc Party - "Silent Alarm"

Image hosted by Photobucket.com Não sei se poderá falar num regresso em força da música pop inglesa. Primeiro porque não me parece que ela tenha desaparecido e depois porque as bandas que recentemente surgiram e indiciam tal regresso não são ainda expressivas, quer em seu número, quer em exposição. No entanto podemos apontar os casos dos Franz Ferdinand e dos Kaiser Chiefs como exemplos já muito falados e ouvidos neste reduto.
Ora vem este texto para referir uma outra banda que merece a atenção aqui do OTITES: os Bloc Party.
Os quatro jovens Kele Okereke, Russell Lissack, Gordon Moakes e Matt Tong, depois de alguns singles e EP´s, lançaram este “Silent Alarm” no princípio do ano. Daí que se este texto segue já com algum atraso, a verdade é que o disco em si está continuamente a crescer com as sucessivas audições e assim o promete fazer.
As suas fundações surgem no pós punk e new wave do princípio dos anos 80 do século passado, misturadas com os discos mais recentes dos Radiohead. E se às primeiras audições achei que seria mais um caso de raiva pós adolescente expressa em acordes e palavras como as referências atrás indicadas o fariam antever, agora penso que passa para além disso. Algo de genuíno atravessa os temas. Algo que me fez repetir as audições até sentir a confusão própria de que era muito bom o que se tinha atravessado no meu caminho.
Ora, o que será tal coisa, não sei. Talvez seja a voz característica do Kele, talvez os pontilhados electrónicos, talvez as progressões de um cada um dos temas, ou tudo isso e muito mais que cada um saberá por si. Mas o que parece certo é que este disco é o prenúncio de algo muito bom. E a confirmá-lo, roda já um single pós-“Silent Alarm”, “Two More Years” que muito se recomenda.
Não há então como voltar um pouco atrás e descobrir este “Silent Alarm”. A ouvirem o mesmo que eu poderá resultar na banda sonora do Outono que se avizinha.

Uma última nota: há a referir o lançamento de um álbum de remisturas “Silent Alarm Remixed”, com participações de gente tão recomendável como Mogwai e Fout Tet.

Site oficial

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

 

 

Info [Directors Label]

 

[disco] And Also The Trees "Further From the Truth...

 

[Info] Curtas II

 

[Info] Curtas

 

[INFO] Boards of Canada "The Campfire Headphase"

 

[disco] Garden of Delight "Lutherion I"

 

[info] Depeche Mode: "Precious"

 

[Info] Duzentos e Trinta e Um Discos

 

[Disco] Mísia "Drama Box"

 

[INFO] Stereo MC's

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados