terça-feira, novembro 30, 2004

[banda] Vive La Fête: música para a cama


Um caso sério de sensualidade, glamour e pop electrónico são os belgas Vive La Fête, que surgiram em 1998 como um projecto de Danny Mommens e Els Pynoo.
Danny, reconhecido baixista dos dEUS, e Els e gravaram no estúdio pessoal do primeiro um conjunto de músicas que eles apelidam de "música para a cama"(!). Felizmente, decidiram editar essas músicas sob a forma do seu primeiro álbum “Paris”, que resultou num registo obviamente íntimo e erótico. Esta poderá ser uma excelente forma de caracterizar a música dos Vive La Fête, tendo como base um pop electrónico, típico dos anos 80, melancólico e pessoal, acompanhado de vozes (em francês) sussurradas, como de quem arfa de prazer.

Mesmo sem serem levados muito a sério, o certo é que abriram espaço por trazerem algo completamente novo. Essa, para além da cama em si, pode ter sido a motivação suficiente para o lançamento de "Attaque Surprise" e de "République Populaire" (2000 e 2001, respectivamente). Dois discos impressionantes e, mais uma vez, carregados de erotismo balanceado entre a melancolia ora ondulante ora ritmada, e já com um pouco de insanidade compulsiva. Possuem vários dos considerados clássicos da banda, onde se mantém a sonoridade electrónica pop quase inocente mas inspirante. Altamente sensuais e provocantes, os Vive La Fête constróem, assim, definitivamente o rótulo que não deixa ninguém indiferente. Neste período ganham algum reconhecimento e têm a grande oportunidade, de que tanto se orgulham, de tocar ao vivo na apresentação de uma colecção da Channel. Danny e Els (chamada de "muito mau exemplo para as meninas") tinham a banda da moda e erotismo.

Em 2003, produzem um fantástico disco de (como eles chamam) kitch pop que, não abdicando das características demarcadas da sua carreira, acaba por provar que a banda não é uma brincadeira e que são capazes de um disco bem mais amadurecido. "Nuit Blanche" é muito mais movimentado, trazendo sempre a essência dos 80´s, com uma loucura histérica (mas apelativa) tal como uma sensualidade vincadíssima, numa mistura que muitas vezes se torna embaraçosa para o ouvinte, mas possuindo um magnetismo que o ultrapassa (como são os casos de "Noir Désir" e "Mon Dieu").

Numa genuinidade notável, os Vive La Fête deixam em concerto todo este tipo de sentimentos e tornam-se, para mim, numa das bandas mais marcantes da actualidade. Os discos deles passam consecutivamente pelo meu leitor e começam a "saber a pouco". No entanto, as boas notícias são que está prometido para breve um DVD e um álbum novo, sendo que mesmo durante um período de vários meses em que têm estado em tour, sempre têm tido tempo para trabalhar no estúdio (ou na cama... quem sabe). Prova disso são os excelentes temas "Schwarzkopf" e "Dejá Vu", que já foram apresentados ao vivo e, no caso do primeiro, num CDmaxi recente.

O "assalto" final ao sucesso pode estar para muito breve.


» Site oficial dos Vive La Fête
» Site onde se podem ouvir cerca de 45 seg. de cada música de álbuns e singles

 

 

 

Informação sobre o blog (para ler aquando da primeira visita a este blog)

 

Email:

 

 

(Instruções: o que é e o que é preciso fazer?)

 

Emissões:

Podcast 1

Podcast 2

Podcast 3

Podcast 4 (emissão especial)

Podcast 5

Podcast 6

Podcast 7

Podcast 8

Podcast 9

Podcast 10

Podcast 11

Podcast 12

Podcast 13

Podcast 14

Podcast 15

Podcast 16

Podcast 17

Podcast 18

Podcast 19

Podcast 20

 

 

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Fevereiro 2009

Março 2009

Abril 2009

Maio 2009

Junho 2009

Julho 2009

Agosto 2009

Outubro 2009

Novembro 2009

Dezembro 2009

Janeiro 2010

 

 

[Disco] Sin Dios - Odio al Imperio

 

[concerto] The Gathering - Paradise Garage - 20/11...

 

[DISCO: vintage] Nicole Willis "Soul Makeover"

 

[Crítica a cinco mãos] Low "Trust"

 

[INFO] Thievery Corporation e Ursula 1000

 

[Concerto] Antony no LUX

 

[DISCO: vintage] The Solid Doctor ““Beats Means Hi...

 

[concerto] Rammstein - Pavilhão Atlântico - 09/11/...

 

[vinyl] SITIO DO PICA PAU AMARELO

 

[info] Dead Can Dance on tour!

 

 

 

 

Posts referentes aos discos mais marcantes de cada redactor do "otites":

 

Juiz:

[DISCO(s): marcante(s)] “Três Selecções

 

Work Buy Consume Die:

[DISCO: marcante] “Blue Lines” Massive Attack

 

Rudi:

[disco mais marcante] "Specials" The Specials

 

Serebelo:

[Disco mais marcante] "Hope Blister" ...smile´s ok

 

Escrito:

[discos mais marcantes] Três selecções

 

Kid Cavaquinho:

[disco mais marcante] Alpha - Come From Heaven

 

CrazyMaryGold:

[discos mais marcantes] Incunabula & Amber...

 

 

Work Buy Consume Die:

 

Escrito:

Rudi:

The English Beat - Beat This
Erode - Tempo Che Non Ritorna
Dance Hall Crashers - 1989-1992 (1993)
One Step Beyond - 45 Classic Ska Hits
The Redskins - Neither Washington Nor Moscow

 

Serebelo:

Tom Zé - Imprensa Cantada

Gorillaz - Demon Days

Bloc Party - Silent Alarm

Arcade Fire - Funeral

!!! - Louden Up Now

 

Kid Cavaquinho:

Africa Funk - Vol. 1

Cubanismo! - Malembe

Gor - Crosaides

Zeca Afonso - Galinhas do mato

Rão Kyao - Porto alto

 

 

 

1 Pouco Mouco

Alta Fidelidade

A Big Black Boat

A Vítima Respira

Braindance

Bitlogger!

Caixa de Ritmos

Clube de Fans do José Cid

Crónicas da Terra

Dance Not Dance

Deep & Lounge

Easy M

Electro-Lights

Electroshocker

Error_404

Grooves Clash

Hit Da Breakz

Intervenções Sonoras

Juramento Sem Bandeira

Major Eléctrico

Mundo Urbano

Música Digital

Music Producer Center

Notas Agudas

O Puto – O Tipo – O Tóto

O Som e a Fúria

Orelha do Ano

Pautas Desafinadas

Percepções

Play On Tape

Quark! Quark!

Queridos Anos 80

R.B.S.

Rádio Tranquera

Revoluções por Minuto

Rita Carmo

Rock em Portugal

Sound + Vision

The Tracker

 

Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

[Buy Opera!]

Get Firefox!

Get Thunderbird

Last FM

ouvidos abusados